Congresso de ginecologia traz novidades sobre temas relacionados à saúde feminina

Relação da terapia hormonal com o câncer de mama; prevenção da gravidez; câncer uterino; impactos dos contraceptivos no peso da mulher; puberdade precoce e atendimento ginecológico à população LGBTQIA+ são alguns dos temas que serão abordados durante o evento científico

O 25º Congresso Paraense de Ginecologia e Obstetrícia será realizado nesta sexta-feira, 02, e sábado, 03, no Hangar Centro de Convenções da Amazônia, das 8h às 18h, com a participação de renomados especialistas do Brasil. Haverá mesas redondas, palestras, simpósios, miniconferências e workshops, onde serão apresentados temas importantes relacionados à saúde da mulher nas diversas fases da vida, inclusive durante a gravidez.

Serão abordados a endometriose, mioma uterino, obesidade e climatério, terapia hormonal e câncer de mama, cardiopatia fetal, restrição do crescimento fetal, parto prematuro, câncer de colo uterino, puberdade precoce, contraceptivos, incontinência urinária, deficiência de ferro na gestação, atrofia genital, atendimento ginecológico à população LGBTQIA+, entre outros.

O evento é uma realização da Associação Paraense de Ginecologia e Obstetrícia (APGO), entidade sem fins lucrativos, de caráter científico, presidida pela médica ginecologista e obstetra, Valéria Pontes.

“Serão dois dias de atividades, onde compartilharemos conhecimentos e atualizações que, certamente, vão estimular a interação, a reflexão e ações imprescindíveis para o exercício das boas práticas de nossa especialidade. A programação científica está atualíssima e será proferida por renomados professores e especialistas da ginecologia e obstetrícia no Brasil.”, destaca Valéria Pontes.

De acordo com a ela, o congresso trará informações atualizadas da área médica, filtradas e selecionadas por especialistas, como o professor da Faculdade de Medicina da USP, Mário Henrique Burlacchini de Carvalho; o professor de ginecologia da Faculdade de Medicina do ABC (SP), Luciano de Melo Pompei; o ginecologista Edson Santos Ferreira Filho, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP; a médica do Comitê Paralímpico Brasileiro, Maíta Poli de Araújo, chefe do Setor de Ginecologia do Esporte da EPM-UNIFESP, entre outros.

O congresso é destinado principalmente a médicos ginecologistas e obstetras do Pará, bem como a residentes em formação, estudantes de medicina e ainda profissionais de fisioterapia e enfermagem que atuam no atendimento multidisciplinar da saúde feminina.

Serviço: O 25º Congresso Paraense de Ginecologia e Obstetrícia será realizado nos dias 02 e 03 de junho (sexta e sábado) no Hangar Centro de Convenções da Amazônia (Av. Dr. Freitas, s/n -Marco), das 08h às 18h.

Com informações da assessoria