Startups ganham aliado para realizar transações e receber aportes internacionais

Solução da Remessa Online para envio e recebimento de recursos do exterior diminui burocracia e taxas, e aumenta a rentabilidade das empresas

Conseguir recursos para financiar a expansão de um negócio, principalmente se for em fase inicial, é desafiador sob vários aspectos. Se os recursos vierem do exterior, há uma preocupação adicional em como viabilizar o ingresso do dinheiro no país, o que muitas vezes sai caro e é burocrático.

Na fintech Remessa Online, especializada em transações financeiras entre países, foram desenvolvidas soluções para facilitar a vida das startups, mercado que deve voltar a crescer em 2023 e a atrair recursos de investidores internacionais.

A Remessa Online, empresa com mais de R$ 31 bilhões transacionados e 400 mil clientes atendidos, ajuda empresas e startups que precisam fazer aporte internacional ou empréstimo e buscam segurança e credibilidade quando o assunto é dinheiro.

As soluções criadas para este grupo de empresas se beneficiam do know how adquirido pela própria Remessa Online que recebeu um aporte de US$ 110 milhões em uma rodada de captação do fundo Kaszek em 2020.

Para atender às demandas das startups, a Remessa Online trata as negociações caso a caso. A empresa tem a menor taxa de spread do mercado nas remessas internacionais, que pode ser negociada conforme o valor a ser aportado.

Para garantir o suporte necessário para os clientes, a fintech possui um time de especialistas para acompanhar todas as etapas do processo, que incluem consultoria de câmbio e registros declaratórios exigidos pelo Banco Central, por exemplo.

Outra solução da fintech foi reformular o pagamento de invoices (faturas internacionais), despesas que muitas empresas e startups possuem e que podem ser mais econômicas. Serviços como Hubspot, AWS, Google, Zendesk, entre outros, no valor de até US$ 10 mil, podem ser pagos com IOF de apenas 0,38% e sem incidência de Imposto de Renda (IR).

Geralmente, diversas empresas acabam usando cartão de crédito para pagar esses serviços, mas startups podem não ter essa alternativa. Além disso, há uma economia de até 30% em comparação aos cartões, que têm um imposto de 6,38% em média.

O Remessa For Startups faz parte de um posicionamento mais amplo da fintech que desde sua fundação, em 2016, elegeu como meta quebrar barreiras financeiras permitindo que qualquer pessoa, física ou jurídica, possa enviar e receber dinheiro do exterior com praticidade, transparência e eficiência.

Desde dezembro de 2021, a Remessa Online faz parte do grupo EBANX, a plataforma de pagamentos internacionais líder na América Latina. “Com isso, ganhamos ainda mais escala em nossos negócios e eficiência nos processos. Passamos a ter o Banco Topázio como parceiro, instituição financeira que tem o EBANX como sócio. Para nosso cliente, isso se traduz em menor custo por operação e uma maior variedade de produtos e soluções”, explica Alexandre Liuzzi, cofundador e Diretor de Estratégia da Remessa Online.

Em 2023, ainda mais novidades devem ser lançadas, garantindo que a Remessa Online continue se destacando como a única fintech com soluções completas para todos os perfis de clientes.

Fonte: Infomoney